14 abril 2009

POEMA DO AMIGO APRENDIZ

Quero ser o teu amigo.
Nem demais e nem de menos,
nem tão longe e nem tão perto,
na medida mais precisa que eu possa.
Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida
da maneira mais discreta que eu souber.
Sem tirar-te a liberdade,
sem jamais te sufocar.
Sem forçar a tua vontade.
Sem falar quando for hora de calar
e sem calar quando for hora de falar.
Nem ausente,
nem presente por demais.
Simplesmente, calmamente,
ser-te Paz.
É bonito ser amigo,
mas confesso:
é tão difícil aprender!
E por isso eu te suplico paciência.
Vou encher este teu rosto de lembranças.
Dá-me tempo,
de acertar nossas distâncias...

FERNANDO PESSOA

video

1 comentário:

  1. A ouvir a bela música do Kenny G a ler o extraordinário poema de Pessoa e a ver estes animais tão fofinhos neste maravilhoso vídeo, deu-me uma enorme felicidade neste dia cinzento que está aqui em Aveiro.
    Obrigada amiga Céu, tens uma forma linda de demonstrar a tua amizade.
    Um beijinho muito doce,
    Ana Paula

    ResponderEliminar